Todo mundo está falando sobre ESG: o que é e por que deveria ser importante para sua empresa?

Um mercado que movimenta mais de 30 trilhões de dólares.

As três letras andam em alta no cenário dos negócios e estão cada vez mais presentes este ano e referem-se ao compromisso das empresas de fazer mais do que lucrar, como se esforçarem de maneira ativa para contribuir positivamente para causas ambientais e/ou sociais e se comportarem com responsabilidade.

ESG = Environmental, Social and Corporate Governance – Governança Ambiental, Social e Corporativa, refere-se aos três fatores centrais na medição da sustentabilidade e do impacto social de um investimento em uma empresa ou negócio. A análise desses critérios é considerada por alguns para ajudar a determinar melhor o desempenho financeiro futuro das empresas.

O ESG já está sendo falado há algum tempo e está se tornando popular agora, impulsionado pela demanda unificada de funcionários, investidores e clientes. Todos os três grupos parecem ter mudado de uma postura passiva para uma ativa e estão forçando as empresas a se levantarem contra as mudanças climáticas e a injustiça social.

Conforme a pressão se tornou explícita, as empresas responderam com uma mudança nos princípios operacionais, provando mais uma vez o poder do consumidor consciente no mercado de hoje.

Ao adotar o ESG, cada empresa escolhe suas próprias áreas de foco e deve documentar sua contribuição a elas publicamente, seja em andamento ou, no mínimo, como parte de seu relatório anual. A própria transparência desempenha um papel vital.

As causas ESG incluem sustentabilidade, conservação de água e redução de CO2, promoção de questões sociais, como diversidade na força de trabalho e liderança, direitos humanos ou redução da pobreza. Ou podem girar em torno de medidas éticas de governança corporativa, como anticorrupção.

Além disso, o ESG é um fator levado em conta para investimentos com critérios de sustentabilidade. Em vez de analisar apenas índices financeiros, por exemplo, investidores também observam fatores ambientais, sociais e de governança de uma empresa.

Funcionários e consumidores exigem ação

Existe hoje a demanda do consumidor responsável e essa tendência continuará a crescer à medida que é impulsionada por gerações mais jovens, como a dos millennials.

Como os consumidores querem comprar de empresas responsáveis, os funcionários querem trabalhar para eles. Em uma pesquisa com 2.285 profissionais americanos em 26 setores e uma variedade de níveis de pagamento, tamanhos de empresas e dados demográficos, 9 entre 10 funcionários disseram estar dispostos a trocar uma porcentagem de seus ganhos vitalícios por um significado maior no trabalho.

Vários estudos mostraram o mesmo resultado – que a retenção e motivação da força de trabalho de uma empresa depende de seu sentimento de propósito e significado. Como tal, o ESG também se torna uma ferramenta útil para a gestão de talentos.

Os objetivos de desenvolvimento da ONU podem ser uma ferramenta útil

A natureza abstrata do ESG significa que algumas empresas optam por conectar seus esforços ESG aos 17 objetivos de desenvolvimento da ONU, visto que são específicos e concretos.

Muitas empresas selecionam alguns objetivos de desenvolvimento e fazem políticas ESG concretas nessas áreas. Por exemplo, eles podem eliminar o plástico de uso único para reduzir a poluição dos oceanos de acordo com a meta da ONU “Vida Submersa”, ou reduzir as emissões e a poluição da produção ou construção como parte da meta da ONU “Cidades Sustentáveis”. Usar as metas de desenvolvimento torna o ESG tangível para os funcionários e fornece um ponto de partida claro para a organização.

Primeiros passos

As primeiras etapas para você e sua empresa são identificar uma ou mais áreas de foco e, em seguida, esclarecer como você pode melhorá-las. Em seguida, torne essa busca publicamente conhecida.

Portanto, independentemente de sua função, você pode começar a mover sua empresa na direção certa, para que possa acompanhar as demandas ESG de consumidores, funcionários e investidores.

A Supplylabs ajuda empresas de diversos setores a gerenciar sua cadeia de fornecimento, transformando a responsabilidade social em um ativo de negócio através de soluções tecnológicas com foco em gestão ESG. Nosso produto é uma plataforma digital para gerenciamento de dados que fornece uma solução assertiva para toda a operação de auditoria e gestão da cadeia de fornecimento.

Saiba mais: supplylabs.com.br

Leia também: Sua empresa está preparada para um futuro sustentável?

leia mais | relacionados

Rastreabilidade na cadeia de fornecimento: pilar essencial para a agenda ESG

A sigla ESG, que significa Environmental, Social and Governance (Ambiental, Social e Governança), vem ganhando cada vez mais relevância no mundo dos negócios. As empresas que se preocupam com o futuro e desejam se destacar no mercado estão buscando implementar […]

continue lendo aqui

O papel da gestão da supply chain na agenda ESG

A agenda ESG (Ambiental, Social e de Governança) tem se tornado cada vez mais importante para as empresas que buscam se tornar mais sustentáveis e responsáveis. Nesse contexto, a gestão da cadeia de fornecimento (supply chain) desempenha um papel central. […]

continue lendo aqui

Pesquisa Deloitte revela: ESG sobe para a segunda maior prioridade para executivos de compras

Eficiência operacional e integração #ESG na supply chain são as principais prioridades no negócio para executivos de compras em 2023. É o que aponta a pesquisa conduzida pela Deloitte e Odgers Berndtson com 350 participantes, em mais de 40 países. […]

continue lendo aqui
💬 Dúvidas? Nos envie uma mensagem!