SupplyLabs

O que esperar do ESG em 2023?

Na última década, o ESG passou do nicho para o mainstream. Empresas e investidores viram aumento de regulamentações, requisitos de transparência e uma proliferação de padrões. Eles reconheceram que a classificação ESG é uma ferramenta para fornecer informações valiosas ao mercado de como as companhias e marcas se esforçam de maneira ativa para contribuir positivamente para causas ambientais e/ou sociais e se comportarem com responsabilidade.

A Supplylabs oferece uma solução poderosa que fornece aos clientes a confiança e a garantia de que precisam para gerenciar sua cadeia de fornecimento e cumprir seus objetivos dentro da agenda ESG. 

A pressão aumentará nos conselhos para melhorar suas capacidades ESG

Em 2022, os conselhos e líderes governamentais enfrentaram uma pressão crescente para provar que estão atualizados na compreensão e supervisão das questões ESG – do clima transformador aos direitos humanos e agitação social. O escopo expandido das responsabilidades dos conselhos também exige um compromisso mais significativo de foco e tempo de seus membros para cumprir seus deveres fiduciários. A pressão sobre os conselhos para reforçar suas credenciais ESG aumentará à medida que os investidores e empresas exigirem maior responsabilidade dos executivos e de suas cadeias de fornecimento, uma maior atenção à sustentabilidade.

É essencial para a sustentabilidade de seu negócio ter visibilidade sobre os aspectos sociais, ambientais e de governança corporativa (ESG) gerados pela sua empresa, cadeia de fornecimento, parceiros de negócio, franqueados ou até mesmo se adequar aos padrões de seus clientes que estão cada vez mais exigentes. O Comply é uma ferramenta web mobile desenvolvida pela Supplylabs que irá ajudar você a criar o seu próprio programa de gestão de ESG te conectando de formas simples e rápida aos seus fornecedores e parceiros de negócio.

Novos padrões de relatórios exigem informações mais confiáveis da empresa

À medida que mais empresas estabelecem metas de sustentabilidade e divulgam seus dados, investidores, reguladores e o público investigam cada vez mais os esforços de sustentabilidade corporativa, denunciando o que percebem como “greenwashing”. Esse ceticismo se baseia na preocupação de que as empresas estejam usando informações relacionadas à sustentabilidade e rótulos de produtos como uma ferramenta de marketing para parecerem mais proativas do que realmente são. A transparência é crucial.

Novos padrões globais relacionados a ESG continuarão a evoluir nos próximos anos. Novos regulamentos ajudarão a superar o maior desafio à responsabilidade: a falta de uma linha de base comum para padrões de relatórios consistentes entre autoridades e setores.

O Comply apresenta um arsenal de funcionalidades. Ele conta com mais de 200 análises públicas de risco que vão desde análises financeiras, de crédito, jurídica, societárias e de compliance. Além de ferramentas de auditoria presencial e remota, gestão de planos de ação, dashboards, relatórios, controle de vencimento de documentos como laudos, licenças, dando para você, sua empresa, clientes e investidores, muito mais transparência. 

Carbono neutro se torna carbono zero

Embora muitas empresas tenham feito progressos consideráveis para reduzir sua pegada de carbono, cientistas e especialistas ambientais concordam que esses esforços não serão suficientes para evitar futuros desastres climáticos. As ações devem ser intensificadas para reverter a quantidade de carbono na atmosfera ou reduzi-la ao menor nível possível. As empresas comprometidas com o carbono zero precisam dar passos mais significativos na redução (ou eliminação) do carbono em suas operações e cadeias de fornecimento, usando compensações apenas como último recurso.

Impacto ESG na cadeia de fornecimento torna-se essencial

As cadeias de fornecimento são cruciais na transição para uma economia sustentável, pois até 90% do impacto ambiental de uma organização está dentro de sua cadeia de valor – seja upstream (na cadeia de fornecimento) ou downstream (a fase de uso do produto). Nos últimos anos, as empresas tornaram-se mais conscientes da dependência e fragilidade de suas cadeias de fornecimento. Em 2023, essa tendência continuará à medida que a economia global se recuperar da pandemia e as equipes de gerenciamento se concentrarem no aumento dos custos da supply chain e nos riscos de interrupção.

Crie seu próprio certificado de auditoria e protocolos de conformidades com Comply. Nosso ecossistema te auxilia na gestão de seus fornecedores de maneira a garantir que estejam em conformidade em vários aspectos primordiais em um negócio dentro da agenda ESG. 

Conclusão: A forma como as empresas podem desenvolver suas estratégias ESG para responder a esses enormes desafios decidirá quais empresas são consideradas líderes. O Comply é para sua empresa, esteja você no varejo representando grandes compradores ou na indústria como fornecedor para grandes varejistas.

Entre em contato e saiba mais!

💻  supplylabs.com.br

📲 11 99524-1298 (WhatsApp)

📧  contato@supplylabs.com.br

leia mais | relacionados

transparencia e etica

Demandas Crescentes por Transparência e Ética na Cadeia de Suprimentos

A gestão da cadeia de suprimentos, que conecta fabricantes, fornecedores e consumidores globalmente, desempenha um papel crucial no ambiente empresarial atual. Com a crescente demanda por transparência e práticas éticas, as empresas enfrentam desafios cada vez maiores para manter operações […]

continue lendo aqui
Auditoria de performance

Auditoria de Performance ESG: O Guia Completo para Empresas

Introdução Nos dias de hoje, as empresas enfrentam uma pressão crescente para serem mais sustentáveis e socialmente responsáveis. É aí que entra a Auditoria de Performance ESG (Ambiental, Social e Governança). Mas o que é exatamente essa auditoria e como […]

continue lendo aqui
Tendências ESG

As Tendências ESG que Moldarão 2024: Uma Análise Detalhada

Explorando as tendências ESG que dominarão 2024, este artigo detalha como a sustentabilidade está cada vez mais integrada nas estratégias corporativas globais. Discutimos temas cruciais como descarbonização, economia circular e a importância crescente da diversidade e inclusão, moldando o futuro das práticas corporativas sustentáveis.

continue lendo aqui